Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2008

ininteligibilidade

No momento a palavra que mais me define é incompreensão. Estou perdendo a pouca capacidade que tinha de compreenderas pessoase o existir de cada um delas ede sua totalidade. Não me compreendo mais, e agora é por completo.
O inexistir me fez assim tão incompreensível.
E no fim?
O que é o maldito fim?


Azul Marinho

Seu mar é verdeSeu mar ardeSeu mar ferveSeu mar verMeu mar é salgadoDe lágrimas FalsasDe esperanças débeis Meu marNa verdade não é um MarÉ um quarto escuroNo meu mundo Tudo é um marPorque nele me afogoPorque tudo me sufocaTudo me afogaMeu mar é negroÉ morto
Verde...
Nem a esperança...
De um sonho emprestado Mudaria as minhas cores...

Et Allons!

Já escolheu o De qual tamanho será que somos?
Paira certo relativismo. Mas acho que somos do tamanho que queremos ser.
Na vida de algumas pessoas podemos ser gigantes
nas de outros não passamos de anões ou menores ainda.
A vida está por um fio e nos prendemos a coisas mais frágeis ainda, mais insignificantes, tais com mágoa, egoísmo etc, não acha?
Mas isso tudo acontece para que não percamos a fé, a esperança na humanidade, brotherhood...
Não entendi sua partida tão súbita, (reprise)
Ah, dizem que tudo já foi dito e feito, não nos prendamos a ineditismos, não é?
A vida está por um fio e a navalha da morte é muito mais forte do que ele, ceifa-se em microssegundos...


"Enfin, je demanderai pardon pour m´être nourri de mensoge. et allons"